quarta-feira, 21 de setembro de 2011

O TRÂNSITO

O índice  de acidentes de trânsito no Brasil cresce de forma assustadora. 
Um resultado nada agradável para o tempo que vivemos hoje. SEMANA NACIONAL DE TRÂNSITO- onde deveria estar comemorando, com festas e alegria, comemora-se com campanhas para inibir o comportamento infrator e nocivo do motorista.


Onde está a problemática da situação?


* Está no comportamento imprudente dos usuários das vias terrestres - motoristas, pedestres e passageiros


* Está na falta de cordialidade, simpatia e respeito dos motoristas.


* Está no estresse de cada dia. 






Qual é a diferença em dirigir numa grande cidade, num centro urbano agitadíssimo de vai e vem, buzinas gritantes, freadas bruscas, apitos de agentes, sol, calor pedestres, calçadas, semáforos "atrapalhando" minha vida, motoristas moles, carros velhos, barulhos, barulhos e barulhos...ahhhhhhh!!!!


De dirigir  numa  cidade pequena onde todos se conhecem, a cordialidade é marca do motorista, do pedestre, do ciclista dos motociclistas. Os veículos são poucos, anda-se mais a pé e de bicicletas do que de automóvel. Pois de bicicleta e a pé sorrimos, nos complementamos, brincamos, paramos, perguntamos, não há semáforo que atrapalhe, não há ruídos, não há gritaria, freadas carros e carros e carros.
"Com certeza neste lugar se vive mais. "

Ao falar sobre comportamento, abrange muito mais que simples propaganda na tv, mais que programas de governo, mais que panfletos, mais que palavras. 


O comportamento está intimamente ligado a EXEMPLOS de conduta.


Se você conseguir ser um bom pai, um bom filho, um bom marido, um bom colaborador numa empresa.  Conseguirá ser  um bom motorista.

O grande problema do trânsito urbano das grandes cidades é que os homens deixaram de ser humanos e passaram a ser "super-humanos"