Pular para o conteúdo principal

CULTURA DA VELOCIDADE

Vivemos na cultura do aqui é agora. É tudo muito FAST. É tudo muito QUICK. É tudo sempre SPEEDY.

Assumimos a identidade do nosso vizinho e gostamos. 

Rapidez não é somente na caminhada matinal, no Cooper do atleta ou no almoço do trabalhador, que precisa ser ligeiro ou pra ir em bancos pagar conta ou "tirar" o famoso cochilo do almoço, que é entre a "peãozada", um ato quase sagrado.

Rapidez faz parte da cultura capitalista; onde tudo é muito corrido. Bolsa de valores, entregas de encomendas, soluções de problemas, gestão de tempo, afinal de contas, tempo é dinheiro.

Essa cultura em que a sociedade vive e aceita naturalmente, levou aos mais diversos riscos imediatos e outros mediatos, tais como as doenças crônicas  relacionadas ao estresse, obesidade, depressão, sentimento de inferioridade, enfim, doenças psicossomáticas diversas e até mesmo as doenças de cunho comportamental.

As mazelas do comportamento, levou o homem moderno a pensar que velocidade faz parte dele. É preciso correr pra sobreviver!!

Quando ouço os Engenheiros do Havaii cantando "Cento e dez, cento e vinte, cento e sessenta, só pra ver até quando o motor aguenta."  A sensação efêmera de controle, que  no final da poesia  diz que restou apenas "a sombra do sorriso que deixei... numa das curvas da highway."  Deixando a certeza  que não irá mais voltar.

Na música, As Curvas de Santos, de Roberto Carlos diz que pra conhecê-lo deveria entrar no veículo e andar na estrada com ele e tal pessoa iria pensar que ele não gosta nem dele mesmo por conta da alta velocidade.

Essa velocidade é resultado de uma suposta solidão, isolamento ou até mesmo de uma depressão quando diz que:

"Só ando sozinho
E no meu caminho
O tempo é cada vez menor...
Preciso de ajuda!
Por favor me acuda!

Eu vivo muito só..."

Seu mundo, sua vida ou sua forma de viver é o motivo de sua velocidade, de seu isolamento, de sua solidão, o que faz com que ele acelere mais e mais

"Se acaso numa curva
Eu me lembro do meu mundo,
Eu piso mais fundo.
Corrijo num segundo.
Não posso parar!"

Toda essa velocidade e aceitação do perigo, que são resultados de seu isolamento e solidão poderá ser modificado e então voltar a ser um homem feliz,  curado e de um comportamento socialmente correto se o suposto vazio (amor) for preenchido novamente.

Mas se o amor que eu perdi,
Eu novamente encontrar...
As curvas se acabam

A velocidade está associada a dois comportamentos:

O primeiro de poder e ter controle desse suposto poder. 
O segundo de solidão e menosprezo da vida por razões variadas.

Tal cultura, que foi negligenciada anos a fio, pela engenharia automobilística, pela fiscalização do Estado e cultuada pelas músicas que incentivam a velocidade como se fosse o ápice da vida humana precisa ser urgentemente adequada a realidade.

ACIDENTES COM EXCESSO DE VELOCIDADE MATA OU DEIXA GRAVEMENTE LESIONADO 





Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ROTATÓRIAS NO EXAME DE PRIMEIRA HABILITAÇÃO

Como fazer? Devo usar a seta pra direita ou esquerda quando entrar na rotatória? E quando circular por ela, aciono a seta pra esquerda ou não precisa? E quando sair da rotatória, aciono a seta pra que lado?
Essas são algumas de muitas dúvidas que  candidatos à Primeira Habilitação e pra vergonha nossa, digo que até  muitos instrutores e claro, que não ficam de fora, muitos examinadores de trânsito que desconhecem as regras de circulação em rotatórias na hora de avaliação e treinamento.
Procurado por alguns candidatos a examinadores, que foram reprovados nas rotatórias, decidi  postar aqui o assunto - rotatória.
Antes de falar especificamente de rotatórias e como realizar bem o movimento nelas, sem violar as regras, vamos falar das Normas de Circulação no que se referem à mudança lateral de direção do veículo. 
          Art. 35. Antes de iniciar qualquer manobra que implique um deslocamento lateral, o condutor deverá indicar seu propósito de forma clara e com a devida antecedência, por me…

QUESTÕES DA PROVA PARA EXAMINADOR DETRAN/ES

FALAREMOS SOBRE ALGUMAS QUESTÕES DO EXAME DO PROCESSO SELETIVO PARA EXAMINADOR DE TRÂNSITO - DETRAN/ES 2014
(Post sugerido por Candidatos a Examinador de Trânsito - Interno e Externo do Detran/ES)
1 – A suspensão do direito de dirigir ocorrerá quando o condutor atingir: A – vinte pontos no prazo de doze meses. B – vinte pontos sem limite de prazo. C – vinte e um pontos sem limites de prazo. D – vinte e um pontos no prazo de doze meses.
Resposta correta é a “A”.
Análise da resposta: Segundo o Código de Trânsito Brasileiro – CTB  no artigo 261 e parágrafo primeiro diz que “Além dos casos previstos em outros artigos deste Código e excetuados aqueles especificados no art. 263, a suspensão do direito de dirigir será aplicada quando o infrator atingir, no período de 12 (doze) meses, a contagem de 20 (vinte) pontos.” E na resolução 182/05 no artigo terceiro e inciso I diz que: “A penalidade de suspensão do direito de dirigir será imposta nos seguintes casos:  “ sempre que o infrator atingir a contage…

CASSAÇÃO OU SUSPENSÃO DA PPD E CNH

Quando o condutor terá sua CNH suspensa?
A suspensão do direito de dirigir será aplicada em duas hipóteses: a) Quando o condutor atingir a contagem de 20 pontos ou mais em seu prontuário, em um período de 12 meses, é o caso da Suspensão por Pontuação, ou; b) Quando o condutor cometer uma infração gravíssima que estabeleça automaticamente a aplicação da suspensão do direito de dirigir, mesmo que não tenha atingido 20 (vinte) pontos em seu prontuário, ou seja, mesmo que cometa uma única infração de trânsito terá sua CNH suspensa, é o caso da Suspensão Específica.  (Exemplo: Beber e dirigir é Suspensão Específica.) Em ambos os casos o condutor terá o direito de dirigir suspenso por um determinado período e deverá fazer o curso de reciclagem para condutor infrator.
Quando o condutor terá sua CNH cassada?
A cassação da Carteira Nacional de Habilitação será aplicada em três situações: a) quando o condutor, que tiver sido penalizado com suspensão do direito de dirigir, for pego conduzindo qualquer v…