quarta-feira, 25 de abril de 2012

LUTO

Alta velocidade ou cochilo ao volante podem ter sido as causas do acidente


A Polícia Rodoviária Federal de Teixeira de Freitas, na Bahia, aponta duas hipóteses para o acidente envolvendo o carro onde estavam os cinco jovens de São Mateus que seguiam para Prado, na Bahia. O motorista teria dormido ao volante ou estava em alta velocidade quando passou pelo local, perdendo o controle do veículo.


O nosso sentimento  é de tristeza, solidariedade e compaixão e impotência diante do acontecido. Não só as famílias das vítimas que sofrem, todos sofremos! Sofremos de tal forma (como instrutor, amigo, conhecido e responsáveis de alguma maneira) que pensamos em poder voltar e explicá-los sobre os cuidados na direção do veículo, principalmente em condução noturna. Dizer-lhes que velocidade só é bom em circuito de corrida; Dizer-lhes que a BR 101 não oferece nenhuma condição de segurança para os que nela circula. Dizer-lhes que sentimos muito e choramos. Poderíamos dizer-lhes tantas coisas que as vezes um pouco bastasse. 

O trânsito de 2012 não está sendo nada generoso com os capixabas. Este ano, já tivemos várias perdas consideráveis de acidente de trânsito. Em 15 dias foram mais de 20 mortos em estradas e rodovias capixaba. 
Na ultima semana 4 pessoas da mesma família foram ceifadas por um motorista de caminhão que invadiu a contra mão e bater de frente com um doblô depois de fazer uso de bebida alcoólica. E de novo na BR 101.

Trafegar pela BR 101 no Estado do Espírito Santo é um verdadeiro pesadelo. Uma carnificina veicular. 

Morte no trânsito virou epidemia!  E o problema não é só nosso é de todos. Em cada canto do país o número de acidentes com vítimas fatais vem crescendo de forma assustadora. 

"Na maioria dos acidentes a alta velocidade está envolvida"

Fotos do acidente (clique aqui)

É LEGAL APLICAÇÃO MULTA DE TRÂNSITO EM ROTATIVO DE ESTACIONAMENTO?

Para a  1ª Câmara de Direito Público do TJ/SC não é legal. A 1ª Câmara de Direito Público do TJ julgou parcialmente procedente apelaç...