Pular para o conteúdo principal

CNH SOCIAL

        




O Governo do Estado do Espírito Santo lança o programa social de Formação, Qualificação e Habilitação Profissional de Condutores de Veículos Automotores. A CNH Social é um programa de Governo que tem por finalidade facilitar o acesso à primeira habilitação nas categorias "A", "B" e "AB", e nos casos de mudança de categoria para as habilitações "D" e "E. 



O programa se destina a pessoas de baixo poder aquisitivo, com renda familiar de até dois salários mínimos. Podem se inscrever aqueles que estiverem comprovadamente desempregados há mais de 02 (dois) anos, beneficiários do Programa Bolsa Família, egressos do sistema prisional e alunos da rede pública de ensino que comprovem bom desempenho escolar.




Para participar do programa CNH Social, o candidato, além de pertencer ao público alvo, terá de atender aos seguintes requisitos estabelecidos pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB):
- ser penalmente imputável,
- saber ler e escrever, 
- possuir CPF, 
- Carteira de Identidade ou equivalente, 
- comprovar domicílio ou residência, no Estado do Espírito Santo,
- não estar judicialmente impedido de possuir a CNH.





A CNH Social será fornecida, gratuitamente, para cerca de 10 mil motoristas ao longo dos próximos quatro anos. O custo das carteiras será pago pelo Governo do Estado, por meio do Detran|ES, autarquia ligada à Secretaria de Estado dos Transportes e Obras Públicas (Setop). Nos quatro anos de programa, o custo da CNH Social será de, aproximadamente, R$ 17 milhões.



Em 2011, serão mil CNHs. As oportunidades, inicialmente, serão para os quatro municípios da Grande Vitória: 
Vila Velha, 
Serra, 
Cariacica,
Viana e 
Vitória.



Depois, o programa será estendido para o interior do Estado. Outras nove mil vagas serão disponibilizadas até 2014, distribuídas da seguinte forma: três mil em 2012, três mil em 2013 e outras três mil em 2014.



Cronograma 

As inscrições para o programa deverão ser feitas no site do Detran|ES (www. detran.es.gov.br) e devem acontecer de 20 de julho até 02 de agosto. De acordo com o cronograma previsto, os candidatos serão selecionados entre os dias 08 e 09 de agosto. Do dia 15 ao dia 26 de agosto, será realizada a comprovação da documentação e a lista dos aprovados deverá ser divulgada de 29 de agosto a 06 de setembro. 

Do total de vagas, 35% serão destinadas a desempregados há mais de 02 (dois) anos; 30% aos beneficiários do Programa Bolsa Família; 30% aos alunos da rede pública de ensino que comprovem bom desempenho escolar; e 5% para egressos do sistema penitenciário. 

Cinquenta por cento das primeiras mil vagas serão para a primeira habilitação e os demais 50% para mudança de categoria. Neste último caso, 80% serão para quem quiser obter a categoria "D" (ônibus) e 20% para categoria "E" (carreta).

Como se inscrever 

Os candidatos deverão acessar o site do Detran|ES (www.detran.es.gov.br), no qual o candidato preencherá um formulário com seus dados. O sistema vai selecionar os candidatos inscritos que serão chamados para comprovar os dados fornecidos. Uma equipe de técnicos do Detran|ES ficará responsável pela verificação dos documentos apresentados com os dados declarados. Por fim, os selecionados receberão uma autorização para procurar um Centro de Formação de Condutores próximo de sua residência e efetuar a matrícula. Caso o candidato fique reprovado na seleção ele terá direito a fazer uma nova prova. Se ficar novamente reprovado, ele só poderá entrar no programa outra vez depois de três anos.



Critérios de desempate:   



Desempregados - Já tiveram emprego formal  



- Maior tempo de desemprego


- Maior número de dependentes

- Menor renda familiar

- Candidatos com mais idade 
                        
Desempregados - Nunca tiveram emprego formal 

- Maior tempo de expedição da CTPS
- Maior número de dependentes
- Menor renda familiar
- Candidatos com mais idade



Bolsa família  

- Maior número de dependentes
- Menor renda familiar 
- Candidatos com maior idade



Estudante 

Maior média escolar  
- Menor número de repetência
- Freqüência escolar (menor número de faltas) 
- Maior quantidade de dependentes 
- Candidatos com mais idade

Ex-presidiários 

- Maior tempo de desemprego, após a liberação do sistema penitenciário
- Maior número de dependentes 
- Menor renda familiar
- Candidatos com maior idade



A primeira habilitação está em entre R$ 1.000,00 a 1.500,00
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ROTATÓRIAS NO EXAME DE PRIMEIRA HABILITAÇÃO

Como fazer? Devo usar a seta pra direita ou esquerda quando entrar na rotatória? E quando circular por ela, aciono a seta pra esquerda ou não precisa? E quando sair da rotatória, aciono a seta pra que lado?
Essas são algumas de muitas dúvidas que  candidatos à Primeira Habilitação e pra vergonha nossa, digo que até  muitos instrutores e claro, que não ficam de fora, muitos examinadores de trânsito que desconhecem as regras de circulação em rotatórias na hora de avaliação e treinamento.
Procurado por alguns candidatos a examinadores, que foram reprovados nas rotatórias, decidi  postar aqui o assunto - rotatória.
Antes de falar especificamente de rotatórias e como realizar bem o movimento nelas, sem violar as regras, vamos falar das Normas de Circulação no que se referem à mudança lateral de direção do veículo. 
          Art. 35. Antes de iniciar qualquer manobra que implique um deslocamento lateral, o condutor deverá indicar seu propósito de forma clara e com a devida antecedência, por me…

QUESTÕES DA PROVA PARA EXAMINADOR DETRAN/ES

FALAREMOS SOBRE ALGUMAS QUESTÕES DO EXAME DO PROCESSO SELETIVO PARA EXAMINADOR DE TRÂNSITO - DETRAN/ES 2014
(Post sugerido por Candidatos a Examinador de Trânsito - Interno e Externo do Detran/ES)
1 – A suspensão do direito de dirigir ocorrerá quando o condutor atingir: A – vinte pontos no prazo de doze meses. B – vinte pontos sem limite de prazo. C – vinte e um pontos sem limites de prazo. D – vinte e um pontos no prazo de doze meses.
Resposta correta é a “A”.
Análise da resposta: Segundo o Código de Trânsito Brasileiro – CTB  no artigo 261 e parágrafo primeiro diz que “Além dos casos previstos em outros artigos deste Código e excetuados aqueles especificados no art. 263, a suspensão do direito de dirigir será aplicada quando o infrator atingir, no período de 12 (doze) meses, a contagem de 20 (vinte) pontos.” E na resolução 182/05 no artigo terceiro e inciso I diz que: “A penalidade de suspensão do direito de dirigir será imposta nos seguintes casos:  “ sempre que o infrator atingir a contage…

UTILIZAR, MANUSEAR OU SEGURAR O CELULAR? QUAL A DIFERENÇA?

QUAIS AS CONSEQUENCIAIS LEGAIS DIANTE DO CÓDIGO DE TRÂNSITO?
Para inicio de conversa, dirigir conversando pelo celular é infração de trânsito. Agora, se você pratica algumas dessas ações abaixo, corre um grande risco de ser autuado. Vejamos:
MANUSEAR  O CELULAR
SEGURAR O CELULAR
UTILIZAR (FALAR) AO CELULAR

Diante da Lei 13.281/06, que foi publicada no dia 05/05/2016 do Diário oficial da União  e que entrou em vigor dentro de 180 dias a partir da data de sua publicação, isto é, desde de 01/11/2016, tem causado conflito até mesmo na hora da autuação. Pois, a lei, incluiu o parágrafo único no artigo 252 do CTB.
A questão que se levanta é: Será infração gravíssima falar ao celular ao conduzir veículo automotor?
Vejamos os termos da referida lei.
O artigo 252 tem como redação em caput o seguinte:
Art. 252. Dirigir o veículo: 
em seguidas há alguns incisos 
I - ...;    II - ...;    III - ...;    IV - ...; 
  V - com apenas uma das mãos, exceto quando deva fazer sinais regulamentares de braço, mudar a ma…