quinta-feira, 7 de abril de 2011

FORMAR, EDUCAR OU ENSINAR



Hoje foi um dia em que fiquei triste, não desanimado, nem retrocedido e nem desiludido com a situação que estamos vivendo e muito mais ainda com o que foi dito sobre não temos "capacidade de formar
O  primeiro secretário do Sindicato das Auto Escolas, Roberto Couto, diz que não temos capacidade de formar condutores e sim, que nossa função é apenas educar. 
Sendo assim, não poderá ser Centro de Formação de Condutores CFC como o legislador imaginou que fosse (ele errou) e sim Centro de Educação de Condutores CEC. ( O mais conveniente) 

O que é então formar? Educar? Ensinar?
Para o trânsito há saída? Há jeito de resolver? Melhorar? amenizar as perdas e dores?
O que se poderia fazer aos Condutores e pilotos que há nas nossas vias?

Primeiro falaremos sobre a questão de formar. 
Na verdade Formamos, educamos ou ensinamos?
vejamos;
EDUCAR = Latim  "EX DUCERE" (ex = para fora; ducere = conduzir) Conduzir para fora implica no fato de o educador provocar o afloramento interior do educando, levando-o a desenvolver suas potencialidades. Os filósofos eram além de mestres ( Professores que ensinavam) eram educadores, ou seja, eles eram um emulador destas potencialidades, eles criavam canais para esse afloramento de caracter e personalidade.

ENSINAR = Latim  "IN SIGNARE"  ("in" = dentro de; "signare" = signus = sinal, símbolo. Ensinar, segundo o conceito da antiguidade, é colcoar um sinal dentro da pessoa a ser instruída. De modo mais amplo, levar para dentro do aluno um novo conceito.

Já dá pra saber da importância da formação do Instrutor ou do carisma que ele precisa ter.

Ao mesmo tempo que  educa ele ensina. Ou seja, Vou trazer de dentro do educando conceitos que é inerente ao ser humano: Humanidade, Respeito, Ética, Moral, Conceitos sobre vida e morte, que é uma realidade no trânsito. Ao mesmo tempo estarei ensinado, colocando dentro do aluno conceitos de leis, regras, conduta, exemplos, etc.

A FORMAÇÃO virá destes dois conceitos "ex ducere" e "in signare" educar e ensinar.

A criança nasce, cresce, vive produz... nessa situação os pais ensinarão, colocarão dentro dos seus filhos seus conceitos, ( isso é aquilo) regras, (pode e não pode) Leis, (não faça) conduta          (procede desse jeito) e mostrando que cada ação negativa terá conseqüências negativas; que está relacionado a punição certa.

E assim, portanto a criança crescerá sabendo estes conceitos e aprenderá outros durante a pratica de vida.
O candidato a primeira habilitação, chega na autoescola como um feto que irá nascer.

A formação do condutor cidadão dependerá de cada um elemento desse, Fiscalização, educação, ensinamento, punição certa. 

Portanto, Formar,  é um processo contínuo, ele não para e nem fica nas quatro paredes de um Centro de Formação de Condutores e nem nas rua da cidade. Ele precisa ser constantemente avaliado com os itens acima, educação, ensinamento, fiscalização e punição. Assim o trânsito será seguro e sem acidentes.





  

O INSTRUTOR DE TRÂNSITO E O CREDENCIAMENTO JUNTO AO ÓRGÃO

O CREDENCIAMENTO DO INSTRUTOR DE TRÂNSITO E A RENOVAÇÃO. Em alguns órgãos executivo estadual de trânsito, tem a praxe de todo ano, ...