sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

CONDUTORES E EDUCADORES


Automóvel:
Educação é a base de tudo.
"Sempre dizem isso."
Bicho do mato:
-Mas será que é verdade que educação é a base de tudo e que faz transformações no homem?
Automóvel:
-Na teoria ou na prática?
Viver é apreender. Praticar é resultado.
-Apreender o que sabe teoricamente ou apreender o que pratica constantemente?
Ensina-se que pedestre tem preferência por ser a parte mais frágil do meio trânsito (teoria) mas, carros tem a preferência exclusiva de circulação (prática).
Ensina normas de Circulação e Conduta (teoria) Que a "Preferência" num cruzamento sem sinalização é de quem vem pela direita, mas, na prática a regra é do mais esperto, valente, carrancudo ou até mesmo dos mais "mané"
Educadores passam horas a fio lendo, estudando e ensinando sobre normas, regras, fiscalização, respeito mútuo, encoraja e incentiva aos alunos que tudo irá mudar.
Sim. Muda. Mas, muda para o que já existe fora das salas de aula.
Velhos tempos!
Velhos tempos onde não havia trânsito. Contudo, havia Conduzir, caminhar, dirigir ou até mesmo levar os burros a passear.
Velhos tempos!
Bicho do mato:
-Hoje, o trânsito mata.
Automóvel:
-Trânsito mata?
"Nunca vi trânsito matar ninguém."
Homens matam.
Estes usam o EGO, a ignorância, o desrespeito e a falta de humanidade e matam. Matam a caminho de casa, do trabalho ou até mesmo na hora do lazer. Eles (homens "condutores") matam.
Bicho do mato:
Carros velozes que matam.
Automóvel:
Mas carros não matam. Nem carros, nem motocicletas, nem bicicletas, nem carrinho de mão.
Mas, pessoas matam.
Falta educação?
Falta formação?
Falta informação?
Falta notícias?
Bicho do mato:
AH! Falta fiscalização.
Automóvel:
Também não. Há fiscalização. Talvez não conforme a demanda.
Mas e se a educação fosse a base?
Precisaria de fiscalização?
O homem está mal condicionado pelos erros alheios de quem quer aproveitar seu ego poderoso de querer ser o tal, aí, gera impunidade.
Bicho do mato:
IMPUNIDADE?
-Essa , sim falta.
Automóvel:
-Não. Não falta.
-Em alguns casos até mesmo sobra. Mas em outros concordo, falta.
Bicho do mato:
-Então o que fazer? deixaremos de pilotar?
Automóvel:
-Não. Apenas deixai-vos admoestar.
Se não a educação se torna exaustivas e sem noção.
Pois um dia, o educador pode perceber que o que ele faz não vale nada e não leva a lugar nenhum. e que ele anda na contra mão numa via de mão unica.
Aí meu caro bicho do mato...
...Sem os educadores, sem as salas de aula, sem os instrutores, sem nós; seremos apenas iguais.

O INSTRUTOR DE TRÂNSITO E O CREDENCIAMENTO JUNTO AO ÓRGÃO

O CREDENCIAMENTO DO INSTRUTOR DE TRÂNSITO E A RENOVAÇÃO. Em alguns órgãos executivo estadual de trânsito, tem a praxe de todo ano, ...